foto:contilnetnoticias.com.br

“Eles têm de ser fiscalizados e monitorados, e não temos técnicos capazes de fazer esse controle”, diz o secretário. “Não há nenhum controle na fronteira, e esse é um problema do governo federal.” Jornal de Piracicaba.

O governo do Acre com essa declaração confirma o perigo que estamos expostos desde antes da Copa do Mundo,com a entrada de africanos pela fronteira brasileira,totalmente escancarada.

Agora que oficialmente foi anunciada uma morte no Senegal pelo vírus ebola,e os governos minimizam a desgraça total,só divulgando pra população quando a desgraça vaza sem controle,oficialmente,o governo do Acre agora,revela o perigo que fomos expostos e confessa a total incapacidade de triagem na migração pela fronteira,a qual,já passou milhares de africanos,que agora estão espalhados pelo território nacional,e continuam chegando.

O ebola está matando aos milhares, e sem controle,vai se espalhando como fogo no capim. E os irresponsáveis governos da região norte,junto com o irresponsável governo federal,nos expôs de uma maneira criminosa. Optaram por protegerem o capital da Copa do Mundo,ao invés de protegerem a população do país.

E como o governo mente,se…eu disse,se…algum imigrante entrou no país infectado,ou,entrar pela fronteira infectado,jamais saberemos.E quando soubermos,já estaremos infectados.

Além da incompetência criminosa,agora o governo do Acre,também confirma que funcionários que seriam importantes no serviço de triagem na fronteira,estão com medo e se recusam a trabalhar na área migratória.Quer dizer,com toda certeza,estamos ferrados.