Por Cimberley Cáspio

O func.públicoImagem:baraunaatual.blogspot.com

Com o aumento dos supersalários das autoridades brasileiras a partir de 2015,o aumento dos impostos será fundamental para bancar a vida e o luxo dos membros do serviço público Federal,Estadual e Municipal. E com os tributos aumentados,a vida do trabalhador brasileiro,será agravada por um maior sacrifício no objetivo de captar receitas,não só,para pagar taxas e impostos,como também para a sua sobrevivência,onde com certeza,muitos vão partir para um segundo emprego,se afastar cada vez mais da família,comer e dormir mal,e quem sabe, fazer agora a alegria do INSS,que segundo a instituição, o brasileiro está vivendo mais; e diante de um sacrifício maior de trabalho, o quadro vai mudar,e o brasileiro venha morrer mais depressa, pois trabalhando muito,comendo mal e dormindo mal,será presa fácil para uma doença e uma morte acelerada. É tudo que o INSS deseja.

O inimigo que ocupa o país,é um império formado por nossos próprios irmãos,que tão nem aí,se já carregávamos um saco de cimento nas costas,eles vão pôr não só um,porém mais dois sacos adicionais as nossas costas a partir de 2015,para que possamos produzir mais impostos que bancarão à vida abastada e extravagâncias nos “castelos públicos e privados.” Nada diferente dos impérios da antiguidade.Só mudam os atores e cenários,porém as práticas continuam as mesmas.

Segundo a história,alguns impérios foram ocupados por forças inimigas estrangeiras,que oprimiam os povos conquistados com tributos e grande servidão.já aqui,isso não é preciso,pois brasileiros poderosos fazem muito bem esse papel de ocupação e oprimem os seus irmãos de forma idêntica. Sem cerimônias e formalizações,praticam contra o povo, os mesmos atos bárbaros do passado,repetindo a história.

Só uma coisa tenho certeza:o Império Romano não durou para sempre.