Por Cimberley Cáspio

homens,e não porcosFoto:grandefm.com.br

Se o animal de carga está transportando a contento,por que levar mais chibatadas?Vai chegar uma hora,que o animal não vai aguentar a pressão e vai cair no chão com as quatro patas esticadas.Estou falando dos caminhoneiros do Norte, Nordeste e Centro-Oeste, que transportam o país nos lombos.

Esses heroicos e valorosos trabalhadores,são tratados pelo governo brasileiro,pelas autoridades policiais rodoviárias,pelas empresas receptoras de cargas,como lixo,como animais imundos…Sim,pois em nenhum lugar de parada pra descanso,ou para descarregar a carga,há um tratamento humano e digno para ele,ou sua família que viaja junto.Banheiros imundos,sem nenhuma condição humana de uso,seja para necessidades fisiológicas,ou para banhos.Quanto mais para a presença feminina.Tornando assim,as viagens,puro pesadelo.

A negativa governamental em não dar um tratamento digno e humanitário aos caminhoneiros que atravessam o país,principalmente no final de sua jornada,tem feito com que muitos já pensem em abandonar a profissão,quando muitos já não fizeram.E quem os substituirá?A nova geração de motoristas? Onde estão? Há atualmente um número de motoristas carreteiros capacitados e responsáveis o suficiente para ocupar as cabines dos inúmeros caminhões vazios nos pátios das empresas e levar nos lombos a carga brasileira?Claro que não! Há muito mais caminhões vazios que motoristas carreteiros para ocupá-los. E até o instinto natural do animal,o afasta de pasto seco,em busca de um pasto melhor,mesmo que a distância seja enorme.E o que é “pasto seco”? É a falta de estrutura humana para receber e atender o motorista jornaleiro de carga.

O que o governo,sindicatos e empresas estão esperando?Uma greve nacional dos carreteiros?É isso que querem? O elefante não é na essência um animal feroz,mas tem uma força capaz de causar grandes estragos.

As cargas estão sendo transportadas agora.Os carreteiros já estão parados em algum lugar,e outros já,já,estarão também parando para tomar banho,jantar,dormir,e partir antes do raiar do dia.A infraestrutura de recepção digna dessa classe,tem que funcionar agora,pra ontem. A carga tem horário,não pode esperar,porém quem a transporta é um homem,e não um porco.

Fonte:Revista Carga Pesada