Por Cimberley Cáspio
“Muitos imigrantes chegam ao Acre com problemas de saúde…”no Blog da Amazônia,em reportagem do colega Altino Machado,a frase revela que mesmo depois de tanta denúncia,o governo do Acre e o governo Federal,continuam brincando com a vida do povo brasileiro.

A fronteira do Acre com o Peru,continua aberta,e totalmente abandonada durante a madrugada,onde de maneira irresponsável e antipatriótica,até taxistas brasileiros,atravessam africanos para dentro do território nacional,pensando somente no capital e não no país,e nem mesmo na proteção da saúde de seus próprios familiares,pois se estiverem conduzindo um imigrante infectado,não será num lava-jato que matará a bactéria.

Até agora,a única medida tomada pelo governo Federal em relação aos africanos que continuam chegando pela fronteira,foi uma ordem burocrática de impedi-los de entrar no Brasil,que na prática não acontece,onde por outro lado,muitos africanos que continuam chegando em Assis Brasil,já sabendo da medida proibitiva de entrada,se passam por haitianos e atravessam livremente.

Em Rio Branco,o abrigo já está superlotado,e para agravar a falta de saúde de alguns imigrantes misturados aos demais,há dificuldade do abastecimento d’água,principalmente para beber e tomar banho.Cenário ideal para uma explosão daquilo que todos nós tememos.

Mesmo sabendo que a OMS “jogou a toalha” e declarou a epidemia de ebola fora de controle,a qual,depois de ser detectada na Itália e agora na França,o governo brasileiro,continua a dizer que não há risco de que o ebola entre no país; e que está preparado para conter a doença,assim que for detectada. Onde? No aeroporto?Porque na fronteira,não há um agente de saúde sequer para fazer a triagem nos migrantes.

Depois de saber da chegada do ebola na França,e que o vírus pode ser transmitido pelo ar,o governo dos E.U.A está fazendo um grande movimento de preparativos para se defender da possível entrada do ebola em território americano.E mesmo ciente de tudo isso,mesmo ciente do clamor diário das populações da cidades de Brasileia,Assis Brasil e Epitaciolândia,o governo do Brasil se faz de surdo e nos deixa totalmente expostos e abandonados.

Fonte: Terra Magazine / Blog da Amazônia