Por Cimberley Cáspio

caminho da roçaImagem:devieira.com.br

Muitos rios,terras, e bacias do Brasil, estão totalmente contaminados devido a grande quantidade de resíduos tóxicos jogados por indústrias; e outros rios e igarapés,não resistindo ao ataque da poluição, foram extintos pelo “progresso”, segundo a Nacional Geografhic.

A situação ficou pior,porque muitos loteamentos foram crescendo em cima dessas terras extremamente contaminadas,sem que nenhum aviso,ou impedimento por parte das industrias e autoridades,fosse dado a esses moradores que ali implantaram suas moradias.O silêncio sobre a maldição desses lugares por parte das industrias e autoridades,continua tão grande que até iluminação pública foi implantada nesses “loteamentos”.

Adultos,idosos,crianças…Tarde demais,muitos já estão doentes, e os que ainda não estão,principalmente crianças,já estão com seus corpos contaminados, e é só uma questão de tempo pra doença explodir.

Falamos de Tubarão,São Vicente – SP , Barcarena no Pará,Rio dos Sinos no Rio Grande do Sul,e etc; poderia dar uma lista de locais contaminados pelo Brasil,devido a falta de consciência ambiental das gerências industriais e gestão pública.

Muitas propriedades já foram abandonadas; os que ainda não puderam sair,estão tendo o quadro se saúde piorando a cada dia

Em Barcarena,à situação é tão grave que até os poços artesianos também estão contaminados,impossibilitando as famílias que vivem perto dos rios contaminados, captar água para beber,cozinhar e tomar banho.Diante disso a indústria responsável,se dispôs a canalizar água para essas famílias,o que aconteceu.Só a água que até agora não apareceu de verdade nas bicas.

Em resumo,o lucro e o poder estão acima da vida humana, e o governo acha que só o cigarro é que faz mal a saúde?Coitado do rio Paraíba do Sul – RJ,está na UTI. A quantidade de resíduos tóxicos e dejetos que recebe em todo o seu curso é realmente uma sentença de morte aquele que tanto forneceu água potável e alimento através dos tempos.

Fica uma dúvida: o desenvolvimento a esse ponto é tão essencial? Desenvolver , nos matar de sede, fome,e envenenados pelo agrotóxico. Certo que as indústrias abram portas de emprego,mas vagas de emprego nessas “indústrias” vale à morte de rios,peixes,contaminação geral de terras, bacias e doenças terminais na população que moram no perímetro do agente poluidor?O desenvolvimento que amputa nossos corpos e vidas vale realmente o nosso apoio e admiração,ou deve ser rejeitado pela população que ainda está saudável?De que serve trabalhar nessas “indústrias” e trocar o dinheiro que se recebe por remédios? Remédios esses que nos acompanharão enquanto vivermos?Que orgulho se deve ter de trabalhar em uma empresa poluidora,sabendo que diretamente,ou indiretamente,tal empresa está destruindo e matando?Se não são pessoas,é a natureza?

A revolução industrial é inimiga da vida humana e da natureza,só se importa com o capital e as riquezas do país. Não existe política de Estado. Infelizmente o homem foi enganado. Se eu soubesse que uma enceradeira,máquina-de-lavar,aspirador-de-pó…entre muitos outros itens que nos oferecem um “certo conforto” doméstico,ameaçaria toda água que bebo,que uso para cozinhar,lavar e me alimentar,jamais teria saído da roça. Era feliz e não sabia…