Por José Pedro Soares Martins
O segundo número da revista “Amigos do Mar” acaba de ser lançado. A publicação documenta a trajetória do Programa Amigos do Mar de educação ambiental, iniciativa em parceria entre a Arcor do Brasil, o Instituto Arcor Brasil e o Projeto Tamar ICM/Bio. A revista pode ser baixada no site do Instituto Arcor ( http://www.institutoarcor.org.br/publicacoes_2014.html).

A revista registra a trajetória da parceria entre Arcor do Brasil e Instituto Arcor Brasil com Projeto Tamar, iniciada em 2003. Destaca por exemplo o apoio à base do Tamar de Ubatuba, onde foram inaugurados recentemente novos espaços, como os espaços temáticos da Pesca e do Lixo e o Casco Acústico, onde passaram a ser realizados shows e várias ações culturais. Além da base de Ubatuba, a Arcor do Brasil também apoia a base de Florianópolis (SC).

A revista também refaz a trajetória de nove anos do Prêmio de Educação Ambiental Amigos do Mar, promovido no contexto do programa. A premiação, que envolveu mais de 2 milhões de crianças de 2 mil escolas, foi concebida para possibilitar um amplo envolvimento das comunidades escolares na discussão da temática geral. A participação de escolas públicas de 16 estados, de três grandes regiões (Nordeste, Sudeste e Sul), indicou que a questão da proteção das águas foi amplamente debatida em grande parte do Brasil, em diferentes realidades.

Concorriam ao Prêmio de Educação Ambiental Amigos do Mar desenhos elaborados por duplas de alunos após a realização das aulas de educação ambiental sugeridas no Guia do

Professor

“Nossas águas sempre limpas”, ferramenta de educação ambiental que sempre esteve à disposição de educadores de todo Brasil pela Internet.

Do mesmo modo, a revista apresenta a nova fase do Programa Amigos do Mar, abrangendo uma nova versão do Guia do Professor “Nossas águas sempre limpas” e formações de educadores de escolas públicas e das bases do Projeto Tamar em todo país. Cartazes e kits Amigos do Mar também são distribuídos para escolas e todas as bases do Tamar.

A revista “Amigos do Mar” também faz um balanço dos 34 anos de atuação do Projeto Tamar. Neste período, o Tamar tornou-se uma das principais iniciativas em pesquisa e conservação da vida marinha no planeta. O foco principal é a proteção das cinco espécies de tartarugas marinhas encontradas no litoral brasileiro: a tartaruga cabeçuda (Caretta caretta), tartaruga de pente (Eretmochelys imbricata), tartaruga verde (Chelonia mydas), tartaruga oliva (Lepidochelys olivacea), tartaruga de couro (Dermochelys coriacea).

Após 33 anos, o Tamar alcançou a marca de 15 milhões de filhotes protegidos. A revista “Amigos do Mar” ainda resume o Projeto Maré Alta, apoiado em Ubatuba, nas comunidades de Picinguaba e Cambury, como parte do Fundo Comunidade em Rede, iniciativa da RedEAmérica e Fundação Interamericana.